dacozinha

receitas que a gente testou e aprovou

raivinha

Sábado: raivinha

Sábado é sempre dia especial e merecia uma receita especial. Se você ainda não conhece os produtores da suas verduras, laticínios e doces, pode acordar cedo e ir passear no mercado grano, lá no jardim canadá. Meus pais estão lá todas as manhas de sábado fazendo uma feirinha, inclusive alguns produtos do laticínio você só encontra ali, vale a pena experimentar o queijo curado ou o creme de leite fresco. Além da ocasião de apertar as mãos de quem produz os seus alimentos.

Na roça é hora de preparar raivinhas. Esta receita aprendemos com o nosso querido Chico Magalhães, que este ano nos deixou. Mas nada melhor para homenageá-lo que encher a casa de crianças preparando biscoitos que contam de outras infâncias e antigos modos de estar reunido. Chico contava que este biscoito era como sua mãe resolvia brigas entre a meninada. Brigou? Então todo mundo dentro de casa preparando raivinhas para a merenda. Era um modo de dissolver qualquer dissabor, no final quem se lembrava que tinha brigado com o outro depois das mil formas criadas juntas. Raivinha era um biscoito de paz.

O nome tem duplo sentido porque a massa feita basicamente com fubá é muito quebradiça e você acaba passando umas raivinhas quando não consegue modelar seu biscoito como pretendia.

Mas no final das contas a diversão é garantida, os biscoitos são deliciosos e a meninada come que é uma maravilha.

Ingredientes:

3 xícaras de fubá

1 xícara de farinha de trigo

2 ovos

1 xícara de ghee ou manteiga (a temperatura ambiente)

½ xícara de açúcar

1 pitada de sal

Preparo:

Misture todos os ingredientes até que a massa se solte das mãos, se necessário acrescente um pouquinho de água fria. Deixe descansar uns 15 minutos.

Prepare uma grande mesa, com uma cumbuca de farinha de trigo, forminhas de biscoito, uma assadeira e rolinhos para abrir a massa. Dê um pouco de massa para cada criança e polvilhando com farinha abra a massa (pode ser feito inclusive com as mãos, sem o rolo). Agora é só se divertir fazendo atenção para que a massa não fique de alturas diversas o que dificulta na hora de assar os biscoitos.

Teresa